Manuela Ferreira Leite diz que o chumbo do Tribunal Constitucional à lei da convergência das pensões «é muito bom» para o crescimento económico e não poderia ser melhor para o Governo.

«É inaceitável que se possa considerar que nós que agora que estávamos a ir tão bem, à beira de sair da subjugação da troika, vamos andar para trás com esta decisão [do TC]. É rigorosamente o contrário e é preciso que as pessoas percebam isso. Como é que é o contrário? Então medidas que levavam à penalização de um determinado setor, que afinal neste momento não podem ser aplicadas, é bom ou mau para o crescimento económico? É muito bom. Neste momento, o Governo até tem o álibi perante a troika, se é que precisava dele, para não cumprir determinados objetivos que bem queriam, mas não os deixaram. É muito melhor isso, do que querer, tentar fazer e no fim não ter esse resultado. Esta medida ajuda categoricamente a mostrar perante os nossos credores que queríamos tomar determinadas medidas mas não nos deixaram e é por causa disso quer estamos a atingir o défice a que nos tínhamos proposto quando nós nunca o atingiríamos em circunstância nenhuma», afirmou a antiga ministra das Finanças, nesta quinta-feira, na TVI24.

Manuela Ferreira Leite não lamenta saída de Hélder Rosalino