O Presidente da República, Cavaco Silva, vai fazer no domingo uma comunicação ao País, pelas 20:30, disse à Lusa fonte da Presidência da República.

Depois de três semanas de crise política, Portugal volta ao ponto de partida. Ou seja, ao momento em que Vítor Gaspar apresentou a demissão de ministro das Finanças e Paulo Portas de Ministro dos Negócios Estrangeiros.

A «batata quente» volta para Cavaco Silva, que este domingo quando falar ao país deverá revelar se aceita a solução de Passos Coelho, em que Portas continua no Governo como vice-primeiro-ministro, ou se, contrariamente ao que afirmou no seu discurso de há uma semana, convoca eleições antecipadas.