A coordenadora do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, disse que as eleições são a «única saída para o momento difícil» que se vive no país, considerando que este Governo falhou o programa de ajustamento.

«Face ao falhanço da política do programa de ajustamento e face à incapacidade dos protagonistas deste Governo serem minimamente capazes de dar confiança, credibilidade ou instabilidade, a única saída para o momento difícil que vivemos é as eleições», disse Catarina Martins, que hoje participou, em Lisboa, num protesto promovido pela central sindical CGTP para exigir a demissão do Governo.

Para a coordenadora do BE, eleições pode significar o «sufragar outro rumo» e «dar confiança a novos protagonistas».

«Um governo instável e em que o programa político falhou completamente é um Governo que não pode continuar», adiantou.