Notícia atualizada às 10:59

A comissão parlamentar de Defesa aprovou esta quarta-feira por unanimidade requerimentos da maioria PSD/CDS-PP para ouvir entidades ligadas ao processo de subconcessão dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo, entre as quais o magistrado que presidiu ao júri do concurso público, com caráter de urgência.

PSD e CDS-PP querem ouvir o presidente da EMPORDEF (Empresa de Defesa Nacional), o anterior presidente do anterior conselho de administração dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo (ENVC) e a comissão de trabalhadores.

PSD e CDS-PP propuseram também a audição do magistrado do Ministério Público que presidiu ao júri do concurso público que atribuiu a subconcessão dos ENVC e o presidente da Comissão Especial de Acompanhamento da Privatização dos estaleiros.

A maioria argumentou que é necessário que haja «um esclarecimento cabal» sobre a situação dos estaleiros, tendo em conta «todas as notícias» sobre o processo.

A requerimento do PCP, aprovado por unanimidade, será ouvida a atual administração dos ENVC. Por proposta do PS, serão também chamados à comissão de Defesa os presidentes dos conselhos de administração desde o ano 2000 até ao anterior.

O vídeo de Aguiar Branco

O ministro da Defesa Nacional, José Pedro Aguiar-Branco, levou hoje à comissão de especialidade um vídeo com excertos de intervenções suas de abril passado sobre a situação dos Estaleiros Navais de Viana de Castelo.

Nas imagens, o ministro afirmava já em abril não poder garantir juridicamente a totalidade dos postos de trabalho, e anunciava o processo de encerramento da empresa, em conselho de ministros.

No início da audição, José Pedro Aguiar-Branco disse abdicar de fazer uma intervenção inicial, à qual tinha direito, remetendo para o vídeo e alegando que já tinha repetido todas as informações sobre o processo, afirmando aguardar pelas perguntas dos deputados.

O ministro entregou na comissão de Defesa cópia da documentação relativa ao processo de subconcessão que fez terça-feira seguir para o Tribunal de Contas.

José Pedro Aguiar-Branco está a ser ouvido na comissão parlamentar de Defesa sobre a situação dos ENVC, à qual assistem representantes da comissão de trabalhadores da empresa.