A Câmara de Viana do Castelo convocou para esta quinta-feira uma reunião extraordinária do seu executivo para debater a situação dos estaleiros navais do concelho, cujo encerramento foi confirmado pelo Governo.

A reunião, indicou à Lusa fonte do executivo socialista que lidera o município, terá lugar às 11:00 e surge face ao anunciado despedimento dos atuais 609 trabalhadores, decisão que «afeta gravemente a população de Viana do Castelo e o tecido económico da região».

Acrescenta a fonte que, por este motivo, «se torna imperativa a discussão» da situação do maior construtor naval português.

O presidente da Câmara, José Maria Costa, apelou na sexta-feira para que seja o primeiro-ministro a tomar conta do processo dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo (ENVC), afirmando que o ministro da Defesa está «profundamente descredibilizado» após o anúncio do encerramento.