Comparação de características

DECIDIDO

PEDRO PASSOS COELHO - 54,3 %

ANTÓNIO JOSÉ SEGURO - 23,0 %

NENHUM DELES - 9,7 %

DIALOGANTE

PEDRO PASSOS COELHO - 31,5 %

ANTÓNIO JOSÉ SEGURO - 42,9 %

NENHUM DELES - 9,3 %

COM CAPACIDADE DE LIDERANÇA

PEDRO PASSOS COELHO - 43,3 %

ANTÓNIO JOSÉ SEGURO - 25,1 %

NENHUM DELES - 17,0 %

TRABALHADOR

PEDRO PASSOS COELHO - 29,5 %

ANTÓNIO JOSÉ SEGURO - 20,8 %

NENHUM DELES - 22,9 %

AFETIVO/EMOTIVO

PEDRO PASSOS COELHO - 24,9 %

ANTÓNIO JOSÉ SEGURO - 39,5 %

NENHUM DELES - 16,7 %

DE CONFIANÇA

PEDRO PASSOS COELHO - 26,1 %

ANTÓNIO JOSÉ SEGURO - 26,4 %

NENHUM DELES - 35,8 %

COMPETENTE

PEDRO PASSOS COELHO - 30,5 %

ANTÓNIO JOSÉ SEGURO - 24,8 %

NENHUM DELES - 27,7 %

CONHECEDOR DOS PROBLEMAS DOS PORTUGUESES

PEDRO PASSOS COELHO - 28,3 %

ANTÓNIO JOSÉ SEGURO - 26,1 %

NENHUM DELES - 18,9 %

SÉRIO

PEDRO PASSOS COELHO - 24,7 %

ANTÓNIO JOSÉ SEGURO - 24,5 %

NENHUM DELES - 29,1 %

HONESTO

PEDRO PASSOS COELHO - 21,0 %

ANTÓNIO JOSÉ SEGURO - 24,1 %

NENHUM DELES - 32,4 %

SIMPÁTICO

PEDRO PASSOS COELHO - 25,6 %

ANTÓNIO JOSÉ SEGURO - 34,1 %

NENHUM DELES - 14,7 %

PRÓXIMO DOS PORTUGUESES

PEDRO PASSOS COELHO - 20,8 %

ANTÓNIO JOSÉ SEGURO - 41,1 %

NENHUM DELES - 22,3 %



Sondagem TVI/Intercampus: PS ganhava com margem ínfima

Sondagem: Passos ou Seguro? Nem um, nem outro...

Sondagem: perfil de Passos e Seguro - resultados

Ficha técnica

Sondagem realizada pela INTERCAMPUS para a TVI, com o objetivo de conhecer a opinião dos Portugueses sobre diversos temas da política nacional incluindo a intenção de voto em eleições legislativas.

População portuguesa, com 18 e mais anos de idade, eleitoralmente recenseada, residente em Portugal Continental, em lares com telefone fixo.

A amostra é constituída por 4004 entrevistas, com a seguinte distribuição proporcional por Sexo e Idade e Região:

A amostra foi estratificada proporcionalmente por região. Os respondentes foram selecionados através do método de quotas, com base numa matriz que cruzou as variáveis Sexo, Idade (3 grupos) e Região (NUTSII). Os lares foram aleatoriamente selecionados a partir de diretórios públicos de números de telefone fixo. No lar o respondente foi selecionado com base nas quotas pré-estabelecidas.

O cruzamento destas variáveis garantiu uma distribuição proporcional da amostra em relação à população portuguesa em estudo.

Estas variáveis foram definidas com base no Recenseamento Eleitoral da População Portuguesa (31/12/2013) da Direção Geral da Administração Interna (DGAI).

A informação foi recolhida com base num questionário, aplicado via telefone para a residência dos indivíduos, através do sistema CATI (Computer Assisted Telephone Interviewing). O questionário foi elaborado pela INTERCAMPUS.

A INTERCAMPUS conta com uma equipa de profissionais experimentados que conhecem e respeitam as normas de qualidade da empresa.

Os trabalhos de campo decorreram entre 19 e 24 de Maio de 2014.

Estiveram envolvidos 81 entrevistadores, devidamente treinados para o efeito, sob a supervisão directa dos técnicos responsáveis pelo estudo.

O erro máximo de amostragem deste estudo, para um intervalo de confiança de 95%, é de ± 1,5%.

A taxa de resposta obtida neste estudo é: 62,2%.