O ex-deputado e o histórico líder da UDP na Madeira, Paulo Martins, faleceu hoje, com 61 anos, no Hospital dos Marmeleiros, na freguesia do Monte, no Funchal, depois de doença prolongada.

Paulo Martins era um dos mais antigos deputados da Assembleia Regional, primeiro eleito pela União Democrática Popular (UDP) e depois representando do Bloco de Esquerda (BE), tendo ocupado o lugar desde 1976 e dezembro de 2002, quando renunciou ao mandato.

Quando começou nas lides parlamentares, Paulo Martins, então um professor desempregado, era mesmo um dos mais jovens deputados na assembleia da Madeira.

Afastado da política por motivos de saúde, a sua intervenção e forma de estar na política marcaram a vivência democrática na Madeira.

Paulo Martins foi distinguido pelo Presidente da República Jorge Sampaio comendador da Ordem da Liberdade.