O secretário-geral do PS insistiu esta quinta-feira na exigência que o primeiro-ministro esclareça quais os cortes nas pensões que são temporários e quais os definitivos e acusou o Governo de transformar a vida dos idosos «num inferno».

António José Seguro falava aos jornalistas após ter participado num encontro que durou cerca de uma hora com idosos da Casa de São Pedro em Alverca.

«Há cerca de 15 dias o primeiro-ministro disse que havia cortes nas pensões que eram para continuar e outros provisórios, mas não explicou quais os que são definitivos. Os idosos não podem viver nesta situação de cada vez maior empobrecimento e sobretudo de incerteza», declarou o líder socialista.