O PS procedeu, esta quinta-feira, ao pré-lançamento do site www.novorumoparaportugal.ptda iniciativa «Novo Rumo», que terá o momento alto a 17 de maio, com a realização da convenção que apresentará o programa estratégico de um novo governo socialista. Este espaço na Internet www.novorumoparaportugal.pt, por agora, faz uma contagem decrescente até 05 de janeiro próximo, altura em que o site é formalmente lançado.

Tendo como lema «Eu quero», o site contém um depoimento de uma jovem licenciada em biologia, que diz pretender ter um futuro profissional em Portugal e não emigrar, seguindo-se, nos próximos dias depoimentos de uma reformada alvo de cortes nas suas pensões, de um comerciante afetado pela carga fiscal e pela redução da procura interna, de um desempregado e de um trabalhador que vive com o salário mínimo - temas que coincidem com as principais linhas da mensagem política de crítica ao Governo por parte do PS.

De acordo com fonte oficial do PS, no sábado, o site abre um espaço para inscrições no movimento «Novo Rumo para Portugal», cuja convenção se realizará a 17 de maio, data bem próxima das eleições europeias e a ocasião em que a direção liderada por António José Seguro apresentará as principais linhas de orientação estratégicas de um governo socialista.

Entre 05 de janeiro e 17 de maio, serão promovidas quatro grandes conferências, sendo a principal dedicada ao tema do emprego, que constituirá o eixo primordial das propostas políticas dos socialistas.

As outras três conferências serão dedicadas aos temas do novo desenvolvimento (destacando-se aqui as economias verdes, as energias renováveis e a inovação), a um novo compromisso sobre o Estado social e a uma nova Europa.

Segundo a mesma fonte socialista, o movimento «Novo Rumo para Portugal» tem já como coordenadores o ex-reitor da Universidade de Lisboa Sampaio da Nóvoa, a ex-ministra Maria João Rodrigues, o embaixador e ex-secretário de Estado Seixas da Costa e a ex-diretora do Porto de Sines Lídia Cerqueira - equipa que trabalha em direta articulação com António José Seguro e na qual tem também um papel de primeira linha o coordenador do Laboratório de Ideias e Propostas para Portugal (LIPP), Carlos Zorrinho.

Com a iniciativa «Novo Rumo», a direção do PS pretende introduzir algumas diferenças de conceção face a outras análogas como os «Estado Gerais» de António Guterres a partir de 1994, ou a Convenção «Novas Fronteiras» de José Sócrates a partir de 2004.

Para a direção do PS, o «Novo Rumo» deverá assumir-se como um «movimento dinâmico» e não apenas um conjunto de momentos, esperando-se neste contexto a adesão de muitos cidadãos independentes que nunca tiveram até agora qualquer intervenção política e, por outro lado, que o próprio espaço do site na Internet permita a realização não centralmente organizada de muitos encontros temáticos.

A direção do PS espera ainda que muitas das propostas do futuro programa eleitoral saiam deste movimento «Novo Rumo», assim como alguns dos protagonistas de um futuro executivo socialista.

«Queremos que o 'Novo Rumo' seja o espaço de excelência para a participação dos cidadãos em geral. Será o eixo fundamental da estratégia política do PS em 2014», salientou à agência Lusa fonte oficial socialista.