Teresa Leal Coelho de fazer «ataques pessoais intoleráveis»