O primeiro-ministro garante que vai concretizar a remodelação governamental, com o parceiro de coligação Paulo Portas como vice-primeiro-ministro, assim que terminarem as negociações entre PSD, PS e CDS-PP, sugeridas pelo Presidente da República.

«Concretizarei (a remodelação) assim que o Presidente entender que o esforço a que convidou os três partidos a fazer possa ter encontrado uma solução positiva», afirmou Passos Coelho no debate da moção de censura apresentada pelo Partido Ecologista «Os Verdes».

O líder do executivo sublinhou que «o Governo está na plenitude dos seus poderes» e disse não ser seu desejo «fazer remodelações na praça pública».

«Reafirmo o convite ao dr. Paulo Portas, como líder do segundo partido da coligação, para vice-primeiro ministro», afirmara antes.