O parlamento chumbou esta sexta-feira um voto de condenação apresentado pelo Bloco de Esquerda (BE) sobre o assassinato de três ativistas angolanos, com os votos contra de todas as bancadas aparte o BE.

O voto teve o chumbo de PSD, CDS-PP, PS, PCP e Os Verdes, embora com seis deputados do PS a votarem favoravelmente e oito a absterem-se sobre a matéria.

Todos os partidos declararam que vão apresentar declarações de voto sobre a matéria.

No documento, o BE condena o assassinato dos ativistas Alvez Kamulingue, Isaías Cassule e Manuel Ganga: os dois primeiros foram raptados em maio de 2012, tendo provavelmente morrido nesse ano, enquanto Manuel Ganga, dirigente da juventude do segundo maior partido da oposição, foi assassinado no passado sábado.