O ministro da Solidariedade, Emprego e Segurança Social anunciou o reforço de verbas para a ação social e a celebração de acordos de cooperação em que o Estado comparticipará 2.100 novas vagas, no valor de 3,6 milhões de euros.

Pedro Mota Soares, que prestou as primeiras declarações na qualidade de titular da pasta do Emprego, presidiu na Golegã à cerimónia de inauguração de algumas valências de cariz social.

No local, anunciou também o alargamento à administração pública local do programa de apoio especial a pessoas com deficiência, para aquisição de equipamentos e eliminação de barreiras arquitetónicas.

O apoio e a comparticipação do Estado a lares, creches, centros de dias e outras instituições sociais, avançou o ministro, vai ascender aos 13,6 milhões de euros em 2014, sendo que os 2.100 novos acordos de cooperação hoje anunciados envolvem 140 instituições e uma verba de 3,6 milhões de euros para as 2.100 vagas.