O secretário nacional do PS para a Organização, Miguel Laranjeiro, afirmou esta quarta-feira que o antigo Presidente da República Mário Soares foi convidado para participar na campanha dos socialistas, mas adiantou que a sua presença não está prevista.

Miguel Laranjeiro falava aos jornalistas no final do comício do PS em Barcelos, depois de confrontado com a notícia de que Mário Soares não iria participar na campanha do PS.

«Claro que [Mário Soares] foi convidado, mas não está prevista a sua presença», declarou o membro do Secretariado Nacional do PS.

Ao que a TVI apurou Mário Soares recusou o convite para estar presente no tradicional almoço da Trindade, na sexta-feira, em Lisboa.

Interrogado sobre o motivo de o ex-chefe de Estado e fundador do PS não ter qualquer participação prevista na campanha dos socialistas para o Parlamento Europeu, Miguel Laranjeiro respondeu: «Não sei».

Perante a insistência dos jornalistas neste assunto, Miguel Laranjeiro riu-se quando lhe perguntaram se considerava «irrevogável» a ausência do ex-chefe de Estado em qualquer ação de campanha do PS.

«Não se pode perguntar isso a mim. Tem de ser ao próprio [Mário Soares]», afirmou.

Questionado se a direção dos socialistas encarava com mágoa a ausência de Mário Soares, o dirigente do PS referiu que o antigo Presidente da República «é o militante número um», mas recusou que a ideia de que isso fragilize a campanha do seu partido.

«Acabam de vir de um dos maiores comícios desta campanha eleitoral, aqui, na cidade de Barcelos. Há uma dinâmica e uma energia de todo o partido e do país para a mudança necessária no próximo domingo», sustentou.

Já sobre a possibilidade de o ex-primeiro-ministro José Sócrates, na próxima sexta-feira, também estar presente na descida do Chiado, além de participar no tradicional almoço na Trindade, em Lisboa, o secretário nacional do PS para a Organização deu a seguinte resposta: «Como sabem, [José Sócrates] estará no almoço da Trindade. Depois, há uma dinâmica de todas essas participações».