PSD: Lisboa retira proposta de alterações aos estatutos

Mesa do Congresso social-democrata anunciou que as diferentes propostas seriam votadas na globalidade

Por: tvi24 / CLC    |   24 de Março de 2012 às 12:39
A Comissão Política Distrital de Lisboa do PSD decidiu hoje retirar a sua proposta de alterações aos estatutos do partido após a Mesa do Congresso social -democrata ter anunciado que as diferentes propostas seriam votadas na globalidade.

No início do segundo dia do XXXIV Congresso do PSD, que decorre desde sexta-feira na Sala Tejo do Pavilhão Atlântico, em Lisboa, o presidente da Mesa, Fernando Ruas, anunciou que as diferentes propostas de alterações aos estatutos seriam votadas na generalidade, seguindo-se, em caso de aprovação, uma votação artigo a artigo.

«Perante o método de eleição hoje aqui apresentado pela Mesa, e sendo a nossa proposta complementar e nunca contra, e sendo uma colocada em alternativa à outra, somos naturalmente solidários com a Comissão Política Nacional e a Comissão Política Distrital de Lisboa irá retirar a sua proposta», afirmou Miguel Pinto Luz.

O presidente da do PSD acrescentou que essa decisão era «em nome da coerência do projeto estatutária» e «nome da unidade em torno do projeto social-democrata», considerando que «é isso que os portugueses esperam» e que «o estado do país exige».

A Comissão Política Distrital do PSD propunha, entre outras alterações aos estatutos, que o presidente do partido deixasse de ser eleito diretamente pelos militantes e voltasse a ser eleito em Congresso e a aplicação da lei da paridade nas estruturas sociais-democratas.

Antes, Miguel Pinto Luz referiu que «a Comissão Política da Distrital de Lisboa viu com grande satisfação, ao longo das últimas semanas, a inclusão de muitas das suas propostas na proposta apresentada pela Comissão Política Nacional», que foi aprovada em Conselho Nacional no dia 25 de fevereiro.

Com a retirada da proposta da Comissão Política Distrital de Lisboa, vão ser votadas três propostas de alterações estatutárias, da JSD, do Conselho Nacional do PSD e de um grupo de militantes encabeçado por Paulo Ribeiro.
PUB
Partilhar
EM BAIXO: Congresso do PSD (Lusa)
Congresso do PSD (Lusa)
COMENTÁRIOS

PUB
Ministra das Finanças anuncia regresso da progressão nas carreiras da função pública

Anúncio foi feito em Viseu. Maria Luís Albuquerque garantiu que o governo não quis castigar os funcionários públicos, mas que estes foram vítimas da necessidade urgente de baixar as despesas públicas. Ministra das Finanças revelou ainda que Portugal vai pagar 6 mil milhões de euros já em março e fez um duro ataque à Comissão Europeia e à Grécia