Tino de Rans e as autárquicas: «Sim, sou candidato»

O famoso calceteiro promete vitória nas eleições com os votos do «povão»

Por:    |   11 de Março de 2009 às 13:07
«Sim, sou candidato». Foi assim que Tino de Rans confirmou ao tvi24.pt que se vai candidatar como independente nas próximas eleições autárquicas, «a uma Câmara do distrito do Porto».

O famoso calceteiro não quis avançar mais informações, «porque o anúncio da candidatura será dia 20 e os portugueses merecem sabê-lo todos ao mesmo tempo», mas o tvi24.pt sabe, de fonte próxima, que a candidatura será à Câmara de Valongo, cidade onde Tino mora há 14 anos, onde casou e se estabeleceu, mesmo quando era presidente da Junta de Freguesia de Rans.

O sempre humilde Tino de Rans prometeu que «é para ganhar!» e revelou-se bastante confiante na vitória: «Eu tenho os votos, tenho o povão. Eu sou capaz de bater à porta das pessoas, de falar com elas, e poucos políticos fazem isso. Há mesmo muita gente que me aborda na rua e me pede para ser presidente.»

No entanto, Tino fez questão de sublinhar a seriedade da sua candidatura. «Está a ser tudo muito bem pensado e já tenho uma equipa muito bem estruturada. Eu não sou um homem só, terei muito boa gente a trabalhar comigo», disse.

Vitorino Silva ganhou popularidade num congresso do PS, numa intervenção pouco habitual no mundo formal da política. « Nunca aproveitei o facto de ser famoso para ir a votos. Se assim fosse já tinha ido a votos há muito tempo, no auge da minha fama», confessou.

Depois da Junta de Rans e da Câmara de Valongo, caso vença, a ambição de Tino de Rans irá mais longe? «Não, eu quero estar perto do meu povo», respondeu, com alguns risos pelo meio.

Recorde a intervenção de Tino de Rans no congresso do PS:

PUB
Partilhar
EM BAIXO: Tino de Rans
Tino de Rans

COMENTÁRIOS

PUB
Diretores do Novo Banco constituídos arguidos

Dois diretores de departamento do Novo Banco foram constituídos arguidos no âmbito da operação «universo Espírito Santo», confirmou a TVI, que apurou ainda que os dois responsáveis transitaram do BES para o Novo Banco.