"Obviamente, e como sempre é a nossa posição, as decisões dos tribunais superiores são para respeitar. Não deixamos de expressar alguma preocupação porque se trata de uma interpretação da Constituição que é uma interpretação um pouco restritiva", afirmou à Lusa Telmo Correia.




ao chumbo, na quinta-feira, pelo Tribunal Constitucional

"Não há nenhuma violação de comunicações. Uma parte significativa dos serviços de informação da Europa tem acesso a escutas e a generalidade tem acesso a estes dados que podem ser úteis na prevenção de crimes", argumentou.


"O acordo com o PS significa que se percebeu a importância da necessidade de termos uma solução, apesar de ter havido declarações contraditórias, com o diretor de campanha, provavelmente por ignorância, a congratular-se com este chumbo", disse.