José Sócrates recebeu esta terça-feira as primeiras visitas no Estabelecimento Prisional de Évora, onde se encontra depois de decretada a prisão preventiva por indícios dos crimes de corrupção, fraude fiscal qualificada e branqueamento de capitais.
 
O ex-ministro e presidente da Federação Distrital de Évora do PS Capoulas Santos dirigiu-se à prisão ao início desta tarde e, confrontado pelos jornalistas, afirmou que ia «visitar um amigo» e dar-lhe um «abraço de solidariedade». Com ele estava a ex-mulher de Sócrates, Sofia Fava,  que revelou aos jornalistas os pedidos do ex-primeiro-ministro.
 
O socialista prometeu visitar regularmente Sócrates e, questionado sobre se acredita na sua inocência, respondeu: «Obviamente». Sócrates pode ficar preventivamente preso até março de 2018 ( ver a infografia).
 
Já esta segunda-feira, em reação à detenção do ex-primeiro-ministro, Capoulas Santos tinha recordado, em declarações ao «Económico», que o PS saiu mais forte de outro processo judicial: «Foi depois do caso Casa Pia que vencemos com maioria absoluta».