O novo presidente da Câmara de Sintra, Basílio Horta (PS) afirmou esta segunda-feira estar emocionado com o resultado eleitoral, adiantando tratar-se de uma vitória «muito saborosa».

Durante o discurso de vitória que decorreu no Hotel Central (Sintra), perto das 01:30, Basílio Horta afirmou que as «grandes vitórias são sempre renhidas», referindo-se ao longo período de espera pelos resultados eleitorais.

«As grandes vitórias são sempre renhidas. É uma vitória muito saborosa, que me emociona, e é uma vitória que quero partilhar humanamente com todos aqueles que estiveram na campanha, ao meu lado, dias e dias, a calcorrear ruas e ruas, a dar conta do nosso projeto», afirmou.

O também deputado socialista agradeceu aos sintrenses pela vitória alcançada hoje (depois de uma longa espera pelos resultados da votação de domingo), adiantando que, ao fim de doze anos de liderança do social-democrata Fernando Seara, a Câmara de Sintra regressa ao PS.

«Sabemos para onde queremos ir e sabemos com quem queremos ir. O nosso projeto é claro, primeiro combater o desemprego, fixando o investimento e atraindo novo investimento, o que implica abrir Sintra ao país e ao mundo. E isso será a base da política social sustentada», disse Basílio Horta aos jornalistas.

As cerca de cem pessoas que estiveram hoje no Hotel Central e que esperaram largas horas pelo anúncio do vencedor aplaudiram o novo autarca de Sintra e gritaram diversas vezes pelo Partido Socialista.

Segundo Basílio Horta, «com a vitória em Sintra são 150 câmaras que o PS ganha, o que é um recorde absoluto em Portugal» em relação ao número de câmaras conquistadas.