Assinalado o 30.º aniversário da adesão de Portugal e Espanha à Europa




“O poder não é para os mercados, mas sim para os cidadãos (…) Queremos o euro, mas o euro é mais um instrumento para o que é o mais importante: a justiça social, crescimento, criação de emprego, dar às novas gerações mais uma vez a esperança de que o nosso futuro comum é dentro da Europa e todos juntos”, disse.