O PSD afirmou-se «totalmente disponível» para acolher as sugestões do Presidente da República no sentido uma reponderação de algumas normas da lei do segredo de Estado e elogiou a atitude de cooperação institucional de Cavaco Silva.

Estas posições foram transmitidas pela vice-presidente social-democrata Teresa Leal Coelho, numa declaração no parlamento, depois de o Presidente da República ter promulgado a revisão da lei do segredo de Estado, mas sugerindo aos deputados a «reponderação» de algumas normas para que sejam eliminadas «dúvidas ou equívocos interpretativos».

«O Grupo Parlamentar do PSD está totalmente disponível para acolher as sugestões que foram apresentadas pelo Presidente da República em sede de promulgação. E o PSD congratula-se pelo facto de o Presidente da República, com esta decisão de promulgação, acompanhada de mensagem dirigida à Assembleia da República, colocar a funcionar uma cooperação institucional para a qual estamos sempre absolutamente disponíveis», declarou Teresa Leal Coelho, reporta a Lusa.

A revisão da lei do segredo de Estado foi aprovada em votação final global com os votos favoráveis da maioria PSD/CDS, a abstenção do PS e os votos contra do PCP, Bloco de Esquerda e Partido Ecologista Os Verdes.