Rui Rio venceu as eleições no PSD, com 54,3% dos votos, quando faltam apurar apenas 7 secções.

Entre os 70692 militantes ativos, votaram 42474, ou seja, 60,08%.

Rui Rio obteve 22700 votos, o equivalente a 54,3%. Pedro Santana Lopes obteve 19103 votos, correspondente a 45,7%.

Houve 440 votos brancos e 229 votos nulos.

Veja também:

No discurso de vitória, Rui Rio prometeu ser "uma alternativa de Governo à frente de esquerda", com uma "governação mais firme e corajosa", para "enfrentar os grandes problemas estruturais" do país.

"O atual Governo terá na nova liderança do PSD uma oposição firme e atenta, mas nunca demagógica ou populista, que seria contra o interesse nacional."

Prometeu ainda "lealdade" ao Presidente da República.

O novo presidente do PSD antevê uma "nova etapa na vida" do partido.

"Está a fechar-se um ciclo da vida política do partido que foi muito exigente para todos os portugueses."

 

E agradeceu a Passos Coelho por "enfrentar a mais grave crise dos últimos 40 anos".

Santana Lopes foi o primeiro a discursar, concedendo a derrota e desejando "felicidades" ao novo presidente do partido.

"Vou continuar a combater politicamente", prometeu.