O CDS-PP já reagiu às primeiras projeções da noite eleitoral autárquica, preferindo salientar a «grande vitória» de Rui Moreira no Porto, candidato independente apoiado pelos centristas, e reservar para mais tarde a reação aos restantes resultados no país.

«Queremos salientar a enorme satisfação relativamente às projeções do Porto. A confirmar-se, é a causa de muita satisfação e a demonstração de que a qualidade política é premiada e que os eleitores demonstram maturidade relativamente a certo tipo de promessas», afirmou Diogo Feio, insistindo: «Quero realçar a participação do CDS-PP nesta que poderá ser uma grande vitória. Foi uma opção difícil de apoio a um candidatura independente, uma opção inédita na cidade do Porto e da qual hoje se colhem resultados.»

Relativamente aos demais resultados, o eurodeputado e dirigente democrata-cristão reconheceu que «há indicadores que são preocupantes para o eleitorado de centro-direita», admitindo a influência das «difíceis condições em que se realizam» as autárquicas, numa altura de crise e assistência financeira ao país.