"A situação dos refugiados justifica que se façam alguns sacrifícios. Nós reconhecemos que o nosso esforço é grande, mas justifica-se" disse Rui Machete, depois de os ministros da Justiça e do Interior da UE terem aprovado na terça-feira, em Bruxelas, um plano para distribuição de 120 mil refugiados pelos Estados-membros.