O ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros, Rui Machete, afirmou que não está prevista a realização de qualquer cimeira, mas apenas reuniões entre Portugal e Angola, insistindo que as relações entre os dois países estão normais.

«A vida relacional com Angola processa-se normalmente. A cimeira é um nome que é designado para sublinhar a particular importância de uma reunião. Neste momento não está prevista nenhuma cimeira, estão previstas reuniões», afirmou Rui Machete, em declarações aos jornalistas no final de uma visita à sede da Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal.

Questionado sobre se irá reunir-se com o seu homólogo angolano, Georges Chikoti, o ministro disse também que não está prevista qualquer data, acrescentando: «Certamente hei de encontrá-lo várias vezes em vários sítios, incluindo relações diretas em território português ou angolano».

Lisboa e Luanda tinham acordado a realização da primeira cimeira bilateral, que deveria decorrer no próximo mês, em Angola, mas em outubro o presidente angolano, José Eduardo dos Santos, anunciou o fim da intenção de estabelecer uma cooperação estratégica com Portugal.

Alguns dias antes, em entrevista à Rádio Nacional de Angola, Rui Machete tinha pedido desculpa a Luanda pelas investigações do Ministério Público português, declarações que provocaram polémica em Lisboa.