Pela primeira vez, PSD e CDS-PP juntam-se hoje na tradicional Festa do Pontal, com a coligação Portugal à Frente a eleger o calçadão de Quarteira (Algarve) como palco para uma ‘rentrée' conjunta.

A menos de dois meses das eleições legislativas de 04 de outubro, a tradicional ‘rentrée' social-democrata contará assim com a presença dos líderes do PSD, Pedro Passos Coelho, e do CDS-PP, Paulo Portas, que “dividirão” o palco para os primeiros discursos depois das férias.

Antes de Passos e Portas falarão ainda os líderes das distritais e das concelhias de Loulé, o cabeça de lista da coligação PSD/CDS-PP, o independente José Costa Barros, e da primeira candidata do CDS-PP, Teresa Caeiro (número três da lista).

No ano passado, o primeiro-ministro e presidente do PSD deixou no Pontal um desafio ao PS, afirmando que o PSD estaria disponível para acordar uma reforma da Segurança Social com o PS antes das eleições de 2015.

Um ano depois, e sem qualquer acordo para a reforma da Segurança Social, Passos Coelho e Paulo Portas sobem ao palco com os olhos postos em outubro, com discursos que terão por certo como alvo principal o PS e António Costa.

Leia mais: recorde os discursos de Passos Coelho nas várias rentrées do PSD


A Festa do Pontal realizou-se pela primeira vez há 38 anos, em agosto de 1976, altura em que decorreu no Pinhal do Pontal, junto à Ria Formosa, em Faro, e chegou a contar por duas vezes com a presença do fundador e primeiro líder do partido, Francisco Sá Carneiro.

Após um interregno de sete anos, a festa foi retomada em 2005.

A primeira vez que Passos Coelho foi à Festa Pontal como líder do PSD foi em 2011, dois meses depois de ter chegado à chefia do Governo, após a vitória nas legislativas de junho desse ano.