O ex-presidente da Câmara do Porto Rui Rio escusou-se este sábado a abordar uma eventual candidatura à Presidência da República, reiterando que «ainda é muito cedo» para falar sobre o assunto.

«É um tema de que se fala muito, mas eu não, nunca falei sobre ele. Ainda é muito cedo», afirmou, citado pela Lusa, à margem de uma conferência em Barcelos sobre gestão autárquica local.

Questionado pelos jornalistas sobre se admite candidatar-se, repetiu: «Não falo sobre o tema».

O ex-presidente da Câmara do Porto quis, sim, relançar outro tema, o da regionalização que, no seu entender, deve estar «na primeira linha da discussão política», porque «o país não está bem como está».

«Todos nós temos noção de que o país como está não está bem. A forma como foi gerido ao longo dos últimos anos, da última década ou até das duas últimas décadas também não está bem. Trouxe-nos para um endividamento brutal, trouxe-nos para uma enorme despesa pública e uma fraca eficácia», referiu.

Por isso, Rio considera que é necessário pensar «numa forma diferente de governar o país», aproximando as decisões e os decisores. «Decidimos tanto melhor quanto mais próximos estivermos do problema», disse.

Lembrou, no entanto, que a implementação da regionalização carece de «um longo período» de debate e admitiu que o atual período pré-eleitoral pode ser adequado para se falar sobre o tema. «Não é para fazer [já], como é lógico. É para ir pensando, ir amadurecendo», rematou.