A lista de candidatos do PSD às eleições europeias, que tem nos três primeiros lugares Paulo Rangel, Fernando Ruas e Sofia Ribeiro, foi este domingo aprovada com 88% dos votos na reunião do Conselho Nacional social-democrata.

A lista de candidatos às eleições europeias apresentada pela Comissão Política Nacional do PSD obteve 75 votos a favor e seis votos contra, disse à Lusa o secretário-geral deste partido, José Matos Rosa.

Houve ainda três votos em branco e um nulo, numa votação em que participaram 85 membros do Conselho Nacional do PSD - órgão máximo entre congressos, que tem 70 lugares efetivos e um conjunto de membros por inerência.

PSD e CDS-PP vão concorrer juntos às eleições europeias, através da coligação «Aliança Portugal», e acordaram que o 4.º e o 8.º lugares da sua lista conjunta seriam indicados pelos centristas. Desses dois lugares, sabe-se que o 4.º caberá a Nuno Melo e o 8º terá de ser ocupado por uma mulher, para que a lei da paridade seja cumprida.

Quanto aos candidatos do PSD, depois de Paulo Rangel, Fernando Ruas e Sofia Ribeiro (indicada pelos Açores), nos 1.º, 2.º e 3.º lugares, seguem-se: Carlos Coelho, em 5º, Cláudia Aguiar (indicada pela Madeira), em 6.º, José Manuel Fernandes, em 7.º, José Mendes Bota, em 9.º, e Fernando Costa, em 10.º.

Paulo Rangel, Carlos Coelho e José Manuel Fernandes são atuais membros do Parlamento Europeu. Os restantes cinco do grupo de oito eurodeputados do PSD não constam da lista hoje aprovada: Graça Carvalho, Mário David, Nuno Teixeira, Maria do Céu Patrão Neves e Regina Bastos.