O Partido Socialista voltou a perder eleitorado em Fevereiro e está cada vez mais longe da maioria absoluta. Com uma descida de 1,3%, o PS está agora nos 39% das intenções de voto. Em 2009 já perder 3,5%. Os números são revelados por uma sondagem realizada para Renascença/SIC/Expresso.

Mas o PS não está sozinho na descida. O PSD também volta a descer, mas menos que os socialistas. Perdem 0,8% e estão com 28,3% de eleitorado.

No lado oposto temos os restantes partidos da oposição: o Bloco de Esquerda sobe em relação a Janeiro, com mais 0,3%, e chega aos 10,4%; a CDU, com uma subida de 0,8% alcança os 9,6%; já o CDS-PP também sobe 0,8% e atinge os 7,7%.

Todos descem

A crise também parece ter afectado a popularidade dos líderes. Sócrates continua em queda e perde 2% e Ferreira Leite, apesar de descer 1,6%, ganha terreno ao actual primeiro-ministro. Cavaco Silva, Presidente da República, até agora aparentemente imune perdeu popularidade em Fevereiro e teve uma descida acentuada de 2,6%.

Em declarações à «Rádio Renascença» o porta-voz do PS, Vitalino canas, reconhece a descida, mas ressalva que o PS permanece na liderança. Por outro lado, Aguiar Branco, do PSD, salienta a continua descida dos socialistas.