«Há princípios que não podem ser subjugados, nem alterados só porque há uma certa ansiedade dos partidos da oposição», afirmou Marco António Costa, em Pombal, distrito de Leiria, na sessão de encerramento das jornadas da JSD «Portugal nas tuas mãos».








«Andar a servir, exclusivamente, pequenos caprichos com propostas de revisão constitucional que a única coisa que visam é encobrir a incapacidade de um partido de ter uma proposta concreta para o país, nós não estamos disponíveis», frisou.




«Ora, [o PS é] um partido dividido, é um partido perdido, é um partido sem projeto», declarou, acusando o maior partido da oposição de não oferecer projeto ao país e «também não consegue oferecer esperança».