A presidente do PSD, Manuela Ferreira Leite, considerou esta terça-feira que o Congresso do PS foi uma manifestação de culto da personalidade de José Sócrates, excessiva e imprópria em tempos de crise, noticia a Lusa.

Por outro lado, Manuela Ferreira Leite disse já ter definido o perfil do cabeça-de-lista do PSD às eleições europeias, mas não quis divulgá-lo nem indicar o prazo em que será anunciado o nome do candidato.

Manuela Ferreira Leite falava aos jornalistas na sede nacional do PSD, em Lisboa, no final de uma reunião com a Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP).

«Foi uma manifestação excessiva do culto de uma personalidade, absolutamente imprópria para um país que está na crise em que está», declarou a presidente do PSD, após ser questionada sobre as conclusões que tirou do Congresso do PS.

«Não se ouviu uma palavra sobre os problemas do país e era isso que eu julgo que os portugueses deveriam ouvir», criticou a presidente do PSD, considerando que as conclusões que tirou não serão diferentes das «que todos os portugueses tirarão».