Deputados e autarcas do PSD consideraram esta quinta-feira, após reunirem com a administração do Hospital Fernando Fonseca (Amadora-Sintra), que a situação da unidade é de «alguma normalidade», apesar da falta de meios humanos e do problema das urgências.

«Saímos com uma perspetiva de alguma normalidade relativamente aos serviços de prestação de cuidados de saúde e o conselho de administração não escondeu os problemas que existem», disse a deputada Ana Sofia Bettencourt (PSD), à saída de uma reunião no hospital de Amadora-Sintra.


A deputada integrou um grupo de parlamentares e de autarcas que se reuniram com a administração do Hospital Fernando Fonseca, na sequência da demissão de 28 dos 33 diretores de serviços, que estão contra a ausência de estratégia para evitar a «contínua degradação das condições de trabalho» na unidade hospitalar.

Os médicos demissionários, numa carta enviada à administração do hospital e ao ministro da Saúde, consideram que se assiste, desde há dois anos, a uma «progressiva degradação da capacidade de resposta às adversidades e uma diminuição preocupante da qualidade assistencial».

A deputada Ana Sofia Bettencourt acrescentou que a carência de meios humanos é um problema «do ponto de vista nacional» e que tem a ver com «a falta de resposta e de candidaturas» aos concursos abertos para a contratação de médicos especialistas.

Quanto às demissões, «o conselho de administração entende que não teriam avaliado na exata medida as questões que colocaram, que foram respondidas» numa reunião entretanto realizada com todos os diretores de serviço, afirmou a deputada.

A administração, segundo Ana Sofia Bettencourt, «tudo tem feito para resolver as questões, quer da falta de recursos humanos, quer do ponto de vista do investimento».

O vereador da Câmara de Sintra Luís Patrício (PSD), por sua vez, revelou que «o alargamento das urgências está já autorizado pelo Ministério da Saúde» e que a reorganização da prestação de cuidados de saúde deve levar em conta um reforço no funcionamento da unidade de urgência básica de Algueirão-Mem Martins.