Instantes depois de ter sido anunciado por José Sócrates como cabeça de lista do PS às eleições Europeias, Vital Moreira explicou o que o levou a aceitar o convite. «A minha surpresa não é maior do que a vossa», começou por dizer, adiantando depois que «só ontem à tarde» decidiu dizer «sim» à proposta do secretário-geral do PS.

Assumindo-se como «espécie de treinador de bancada», «um socialista freelancer», que deixou a vida política activa «há vários anos», mas que nunca abandonou a actividade cívica, Vital Moreira não escondeu que foi o interesse pelos assuntos europeus, a que aliás já dedicou algum tempo da sua vida academia, que o levou a ser candidato.

O constitucionalista aponta como um dos seus principais objectivos fazer cumprir o Tratado de Lisboa e destacou a importância do papel da Europa nas grandes questões mundiais como a crise económica e o conflito no Médio Oriente.