O presidente da Câmara de Lisboa abriu, este domingo, a sessão de discursos de celebração da Implantação da República, nos Paços do Concelho, em Lisboa. Após o hastear da bandeira nacional, na sede da Câmara Municipal de Lisboa, António Costa fez um discurso em que começou por apelar ao restabelecimento dos feriados.

«Esperamos que brevemente sejam restabelecidos os feriados do 5 de outubro e 1º de dezembro», disse António Costa. E mesmo antes de isso acontecer, «nunca deixaremos de comemorar estes momentos históricos» na capital, afirmou o autarca, no primeiro discurso depois da vitória nas primárias do PS há uma semana.

De acordo com a Lusa, António Costa defendeu ainda que «a descentralização deve ser a pedra angular da reforma do Estado», apontando para o processo nesse sentido que liderou na autarquia da capital.

No final do discurso, António Costa apontou para o futuro, para a necessidade do restabelecimento da «confiança» e da afirmação da «esperança».