logotipo tvi24

PS elogia redução do défice, mas erra no valor

Programa eleitoral fala em recuo de 2,7 por cento, mas na verdade só recuou 0,4

Por: tvi24 / CLC    |   2011-04-28 01:32

O o programa eleitoral do Partido Socialista, apresentado esta quarta-feira por José Sócrates no Centro Cultural de Belém, tem um engano no valor do défice de 2010. O erro é tanto maior quanto serve para o PS elogiar as políticas de consolidação financeira levadas a cabo pelo Governo.

O programa eleitoral fala de um défice de 6,8 por cento «isto é, menos 2,7 pontos percentuais do que no ano anterior», acrescentado que «este é um indicador evidente do esforço de consolidação realizado». «A execução orçamental fez recuar significativamente o défice orçamental», pode ler-se.

No entanto, o valor real do défice é de 9,1 por cento. Os valores reais, recorde-se, foram corrigidos pelo Instituto Nacional de Estatística no passado dia 23 de Abril. Ora nesse sentido, o défice de 2010 não recuou 2,7 pontos percentuais, como refere o programa eleitoral do PS, mas antes 0,4 por cento.

Partilhar
EM BAIXO: Sócrates (José Goulão/Lusa)
Sócrates (José Goulão/Lusa)

PS leva aprovação dos cortes nas subvenções a tribunal
Diploma foi aprovado em votação final global com os votos favoráveis do PSD e CDS-PP, a abstenção de PCP, BE e PEV e o voto contra dos socialistas
Aprovada a criminalização dos maus-tratos contra animais
Deputados do CDS-PP Abel Baptista e Hélder Amaral votaram contra o novo regime sancionatório e Cecília Meireles e Mishael Seufert abstiveram-se
CPLP: PS dividido na condenação à admissão da Guiné Equatorial
Voto do BE foi rejeitado pela maioria PSD/CDS-PP. PCP e PEV optaram pela abstenção
EM MANCHETE
Reintrodução de cortes aprovada
Entre 3,5% e 10% nos salários do setor público acima dos 1.500 euros. Parlamento aprova também a nova contribuição de sustentabilidade
BES perde mais 8% e arrasta banca para terreno negativo
Aprovada a criminalização dos maus-tratos contra animais