O ministro da Administração Interna, Miguel Macedo, elogiou, esta terça-feira, a atuação dos agentes da autoridade que estiveram a trabalhar na escadaria da Assembleia da República, na última manifestação das forças de segurança. Miguel Macedo fala em «competência» e «profissionalismo».

«Todo o dispositivo que nesse dia assegurou o cumprimento da legalidade democrática teve um comportamento irrepreensível do ponto de vista operacional, atuando com com proporção, com competência e com profissionalismo», disse o ministro.

À margem do aniversário do Comando Metropolitano de Lisboa (COMETLIS) da PSP, esta terça-feira, em Sintra, Miguel Macedo disse ainda aos jornalistas que não perderá a oportunidade de encontrar uma solução para a PSP. «Como é público, a oportunidade da aprovação na Assembleia da República da lei que aconselha, como era meu objetivo, a Polícia de Segurança Pública como um corpo especial dentro da Função Pública, é uma oportunidade que não enjeitaremos para, num clima de diálogo, construirmos uma solução boa para a Polícia de Segurança Pública , tendo em conta as circunstâncias especiais em que estamos no país», sublinhou.

Milhares de elementos das forças e serviços de segurança voltaram, na quinta-feira passada, a manifestar-se em Lisboa contra os cortes salariais e congelamento das carreiras, protesto que os organizadores estimaram ser o maior de sempre.

O cortejo de protesto, que começou no Marquês de Pombal até à Assembleia da República, foi promovido pela Comissão Coordenadora Permanente (CCP) dos Sindicatos e Associações dos Profissionais das Forças e Serviços de Segurança, estrutura que congrega os sindicatos mais representativos da GNR, PSP, ASAE, SEF, Guarda Prisional e Polícia Marítima.