O vice-presidente do PSD Carlos Carreiras afirmou esta sexta-feira, a título pessoal, ter recebido com “grande agrado” o anúncio de candidatura às eleições presidenciais de Marcelo Rebelo de Sousa.

“Foi com grande agrado que vi a manifestação de disponibilidade por parte do professor Marcelo Rebelo de Sousa em vir a ser o futuro Presidente da República nas próximas eleições presidenciais”, disse Carlos Carreiras, também presidente da Câmara Municipal de Cascais.


Carlos Carreiras considerou também que Marcelo Rebelo de Sousa apresentou a candidatura no “tempo certo”, ou seja, apenas anunciar que é candidato depois de realizadas as eleições legislativas.

Marcelo Rebelo de Sousa anunciou hoje, em Celorico de Basto, a sua candidatura à Presidência da República.

Declaração de Marcelo "foi notável"

Entretanto, o vice-presidente do CDS-PP Diogo Feio disse hoje na SIC Notícias que vai votar em Marcelo Rebelo de Sousa para Presidente da República, nas eleições de janeiro de 2016.
 

“Não tenho qualquer espécie de dúvida que o meu voto será no professor Marcelo rebelo de Sousa”, disse hoje Diogo Feio, numa intervenção na SIC Notícias, sublinhando que falava a título pessoal.


O advogado democrata-cristão considerou “notável” a declaração hoje de Rebelo de Sousa em Celorico de Basto, em que anunciou que é candidato à Presidência da República, afirmando que o professor de Direito tem um “currículo de cidadão invejável, com demonstração clara do que são poderes presidenciais e do conhecimento que tem do que a constituição determina quanto a esses poderes”.