O candidato presidencial Jorge Sequeira disse esperar que o dia de hoje seja um dia de “cidadania plena” em que a abstenção seja menor, uma vez que há “uma ementa variada” da qual escolher.

“Espero que seja um dia de cidadania plena, de democraticidade. É incrível esta invenção da Humanidade que uma pessoa, só com uma caneta, [pode] fazer uma cruzinha e mudar o mundo. Isso deixa-me radiante. É um dia em que os portugueses têm que ter orgulho pela liberdade que conquistaram e agora há que exercê-la”, afirmou o candidato presidencial aos jornalistas antes de votar na escola Clara de Resende, no Porto.

Jorge Sequeira, que se mostrou “sereno”, apesar de uma “pequena inquietude, mas saborosa”, sublinhou que o número recorde de candidatos fará com que a abstenção se reduza, naquilo que considerou uma “prova plena de uma democracia bem madura”.