O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, desvalorizou, esta quinta-feira, as opiniões das agências de rating, que «ganham a vida com pareceres sobre a economia de Portugal», porque «a vida dos portugueses fala por si».

«O grande problema é que essas agências, que ganham a vida com esses pareceres, mas a realidade nacional leva a esta ideia: nós não precisamos desses estudos, opiniões, ratings porque a vida dos portugueses fala por si», afirmou Jerónimo de Sousa.

O líder comunista considerou que «a realidade já é clara, bastante clara e bem dura». «Não estamos a ir bem, estamos a andar para trás», disse.

Na quinta-feira, a agência de notação financeira Standard & Poor's colocou o rating de Portugal «BB» em vigilância negativa e afirmou que pode reduzir a notação atribuída ao país «nos próximos meses».