O líder da bancada parlamentar do PS considerou, este sábado, que «quem não deve, não teme». Alberto Martins apelou ao PSD e ao CDS-PP para que viabilizem a comissão de inquérito parlamentar proposta pelos socialistas sobre a compra de submarinos e blindados.

PS quer comissão de inquérito à compra de submarinos

Alberto Martins anunciou este sábado, no Porto, que a bancada socialista vai avançar com um pedido de constituição de comissão de inquérito parlamentar ao processo de aquisição de submarinos e de viaturas blindadas pelo Estado Português.

O ministro do Ambiente, Jorge Moreira da Silva, já tinha recusado este sábado comentar esta intenção do PS por não querer «dar tempo de antena» aos socialistas no Congresso do PSD.



«Como diz o povo português: quem não deve, não teme e nós temos necessidade de aprofundar esta questão e averiguar a realidade dos factos. A transparência é um valor fundamental da democracia. Não há tempo para a busca da transparência. A todo o tempo nós temos essa responsabilidade em nome da credibilidade das instituições», disse Alberto Martins, em resposta.



O líder da bancada parlamentar do PS deixou ainda um «apelo a todos os partidos políticos com representação na Assembleia da República, designadamente ao PSD e ao CDS, que possam dar o seu contributo favorável à constituição desta comissão de inquérito».