O dirigente do PSD Jorge Moreira da Silva enviou hoje ao final do dia uma carta ao dirigente do PS Alberto Martins propondo a continuação do diálogo com vista a um acordo de médio prazo.

O dirigente socialista Alberto Martins respondeu hoje à carta, considerando que essa proposta «carece de objeto e sentido útil», disse à agência Lusa fonte do PS.

«Alberto Martins respondeu à carta do PSD, agradeceu e considerou que a reunião proposta carece de objecto e de sentido útil», adiantou a mesma fonte.

Esta informação foi avançada à agência Lusa por fontes sociais-democratas, segundo as quais o PS respondeu considerando que era desnecessário prosseguir o processo.

Mais tarde, pelas 20:00, o secretário-geral do PS, António José Seguro, fez uma intervenção pública, na qual acusou a maioria PSD/CDS-PP de ter inviabilizado o acordo de médio prazo proposto pelo Presidente da República, Cavaco Silva.