O ministro da Economia foi esta sexta-feira à tarde vaiado em Braga por cerca de duas dezenas de manifestantes, entre sindicalistas e funcionários da Moviflor, que pediram a demissão do Governo e protestaram contra os salários em atraso na empresa.

Na capital do Minho para um seminário dedicado à Inovação, Crescimento, e Emprego, Pires de Lima foi recebido por um grupo de funcionários da Moviflor em representação dos cerca de 800 funcionários da empresa que se encontra submetida a um plano de recuperação económica e a efetuar um despedimento coletivo.

«Estes trabalhadores têm já quatro ou cinco salários em atraso por causa de um plano de recuperação que é um plano de coisa nenhuma», explicou à Lusa o dirigente do Sindicato de Comércio, Escritórios e Serviços de Portugal, Manuel de Carvalho.

Empenhando faixas e bandeiras da CGTP, os manifestantes vaiaram o governante e exigiram a demissão do Governo.

«Demissão já», exigiram, como relata a Lusa.