O ministro da Administração Interna, Miguel Macedo, aceitou o pedido de demissão da sua chefe de gabinete, Rita Abreu Lima, confirmou esta quinta-feira à agência Lusa fonte oficial do ministério.

O jornal «i» avançou na sua edição que Rita Abreu de Lima pediu, na quarta-feira, a demissão do cargo de chefe de gabinete.

De acordo com o jornal, o pedido foi feito «depois de ter sido noticiado que uma empresa da qual é também proprietária, a POP Saúde, foi escolhida para prestar serviços de consultoria - no valor de mais de 74 mil euros - à Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARS LVT)», escreve a Lusa.

Fonte oficial do Ministério da Administração Interna confirmou à Lusa que o pedido foi feito e que a demissão foi aceite pelo ministro.