O Presidente da República convocou o Conselho de Estado para dia 3 de julho, às 17:30. Esta reunião acontece um dia depois do debate parlamentar sobre o Estado da Nação.

De acordo com o site da Presidência da República, a reunião «terá como ordem de trabalhos o tema 'Situação económica, social e política, face à conclusão do Programa de Ajustamento e ao Acordo de Parceria 2014-2020 entre Portugal e a União Europeia para os Fundos Estruturais'.

O último Conselho de Estado aconteceu a 20 de maio do ano debaixo de forte contestação nas ruas. No dia da reunião, várias manifestações convergiram junto ao Palácio de Belém contra a austeridade imposta como resposta a mais um chumbo do Tribunal Constitucional, em abril, contra medidas do Orçamento do Estado.

Mas a contestação que levou milhares à rua não chegou à agenda do Conselho do Estado. Cavaco Silva reuniu-se com os conselheiros para discutir o pós- troika, o tema era este: «Perspetivas da Economia Portuguesa no Pós-Troika, no Quadro de uma União Económica e Monetária».

Na altura, o conselho debruçou-se sobre os desafios do processo de ajustamento português face ao período pós-troika. Foram destacados o «flagelo do desemprego» e a necessidade da criação de um «instrumento financeiro de solidariedade» na União Europeia com vista ao «aumento da competitividade» e ao crescimento «sustentável».