Dezenas de milhares de pessoas são esperadas, este fim-de-semana, na Quinta da Atalaia, Seixal, para a 37.ª Festa do «Avante!», o grande evento de «rentrée» do Partido Comunista Português (PCP), como «toque a reunir» para as eleições autárquicas.

Até 29 de setembro, os dirigentes do PCP vão reiterar a necessidade de penalizar a maioria governamental PSD/CDS-PP e as medidas de austeridade impostas pela «troika» internacional (Comissão Europeia, Banco Central Europeu e Fundo Monetário Internacional), sem deixar de fora o Partido Socialista porque também assinou o que consideram ser um «pacto de agressão» ao povo português.

Em alternativa, propõem o «trabalho», a «honestidade» e a «competência» da Coligação Democrática Unitária (CDU), na qual os comunistas contam com o Partido Ecologista «Os Verdes» e a Associação de Intervenção Democrática.

Além dos discursos de abertura e de encerramento, sexta-feira e domingo ao fim da tarde, a cargo do secretário-geral, Jerónimo de Sousa, vão realizar-se 28 debates ou mesas-redondas, divididos por 10 espaços diferentes.

Sexta-feira, pelas 21:00 e sob o lema «por uma política e um governo patrióticos e de esquerda», o deputado João Oliveira e o membro do Comité Central Agostinho Lopes serão alguns dos protagonistas, no Fórum.

Sábado, pela tarde e noite, os temas «por uma Europa dos trabalhadores e dos povos», «em defesa da água pública» ou a «soberania alimentar e um mundo rural vivo» vão focar a atenção de diversos oradores.

Domingo, a partir das 15:00, o líder parlamentar e candidato ao município de Loures, Bernardino Soares, participa num debate sobre a CDU e o deputado Bruno Dias e noutra mesa-redonda sobre «funções sociais do Estado e serviços públicos», no Auditório.

Nos dois últimos dias da Festa do «Avante!», no Palco Solidariedade, discute-se «Mediterrâneo Oriental/Médio Oriente», com a presença do Partido Progressista do Povo Trabalhador do Chipre, os partidos comunistas Libanês e da Turquia e a Frente Popular de Libertação da Palestina, mas também a «América Latina», com representantes Cuba, Brasil, Venezuela e Colômbia.

O histórico líder comunista Álvaro Cunhal, em ano de centenário, vai ser o tema de uma das iniciativas, no sábado. Domingo e sábado, respetivamente, o escritor Urbano Tavares Rodrigues e o encenador Joaquim Benite, falecidos recentemente, serão também evocados.