O ministro-adjunto e do Desenvolvimento Regional, Miguel Poiares Maduro, afirmou esta terça-feira, em Pombal, que a proposta do Orçamento do Estado para 2015 (OE 2015) está construída com base numa «esperança com responsabilidade».

Durante o discurso da inauguração das obras de ampliação e remodelação da Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) de Pombal, Poiares Maduro referiu que o Governo pretende «oferecer aos portugueses esperança», mas «esperança com responsabilidade».

«É nessa linha que o Orçamento do Estado, que irá ser apresentado amanhã, está construído. É um OE que visa oferecer esperança mas com responsabilidade, porque é isso que os próprios portugueses exigem, para dar sentido aos sacrifícios que fizeram nos últimos três anos», sublinhou o ministro.

Para Poiares Maduro, os portugueses «não pretendem um alívio a curto prazo», mas uma «perceção que os sacrifícios que fizeram vão trazer, ainda que de forma progressiva, uma mudança do nosso Estado e da nossa economia, que se traduz em crescimento económico, mas sustentável».

«Os portugueses têm de ver recompensado o esforço que fizeram e começar a sentir os efeitos positivos dessa transformação», acrescentou.

O ministro-adjunto e do Desenvolvimento Regional adiantou também que o Governo pretende aumentar a simplificação nas candidaturas aos fundos comunitários.

«A preocupação com a simplificação é fundamental. Por exemplo, vamos dispensar os candidatos a projetos e os beneficiários de projetos da apresentação de documentos que já são detidos pela administração pública», revelou.