O Bloco de Esquerda vai apresentar pedidos de impugnação de 11 candidaturas autárquicas no âmbito da lei de limitação de mandatos, entre as quais as de Fernando Seara e de Luís Filipe Menezes.

O coordenador autárquico do Bloco de Esquerda, Pedro Soares, explicou em declarações à Lusa que, entre esta terça-feira e amanhã, vão ser entregues pedidos de impugnação de candidaturas nos concelhos de Alcácer do Sal, Aveiro, Beja (dois candidatos), Castro Marim, Évora, Guarda, Lisboa, Loures, Porto e Tavira.

Pedro Soares referiu que, caso o pedido de impugnação seja rejeitado, pode ainda ser realizada uma reclamação, também junto do tribunal da respetiva comarca, seguindo-se um eventual recurso para o Tribunal Constitucional, em última instância, que terá 10 dias para decidir.

Em Lisboa, o pedido de impugnação da candidatura do atual presidente da Câmara de Sintra, Fernando Seara (PSD), vai ser apresentado na quarta-feira de manhã.

No Porto, o Bloco de Esquerda vai pedir em tribunal a impugnação à candidatura de Luís Filipe Menezes (PSD), há 16 anos na Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia.

Na segunda-feira, o Bloco de Esquerda anunciou que ia pedir a impugnação da candidatura à Guarda do atual presidente da Câmara de Gouveia, o social-democrata Álvaro Amaro, que se encontra a finalizar o terceiro mandato.

Já hoje, o BE havia anunciado os pedidos de impugnação das candidaturas dos atuais presidentes das câmaras de Castro Marim e de Alcoutim a municípios vizinhos.

O presidente da Câmara de Castro Marim, José Estevens, está impedido de se candidatar a um novo mandato naquele concelho e anunciou que vai liderar a lista do PSD à Câmara de Tavira.

Por seu lado, o autarca de Alcoutim, Francisco Amaral, encontra-se em situação idêntica e anunciou que vai concorrer pelo PSD à Câmara de Castro Marim.

Em Alcácer do Sal, o requerimento do Bloco de Esquerda pretende impedir a candidatura do antigo presidente da Câmara Municipal de Santiago do Cacém Vítor Proença (CDU), que agora concorre ao município vizinho após exercer três mandatos seguidos.

O caso de Beja é o único onde há duas candidaturas visadas: o antigo presidente da Câmara de Serpa João Rocha (CDU) e o atual autarca Jorge Pulido Valente (PS), que cumpriu antes dois mandatos em Mértola.

Também no Alentejo, está em causa a candidatura a Évora do antigo autarca de Montemor-o-Novo Carlos Pinto de Sá (CDU).

Em Loures, onde o pedido já deu entrada, a situação refere-se ao candidato social-democrata Fernando Costa, que cumpriu 27 anos à frente do Executivo municipal das Caldas da Rainha.

O pedido de impugnação referente a Aveiro diz respeito à candidatura do até aqui autarca de Ílhavo, José Ribau Esteves (PSD).