Os ocupantes de duas dezenas de viaturas estiveram esta segunda-feira junto ao Estabelecimento Prisional da Carregueira (Sintra) a celebrar a vitória de Paulo Vistas à Câmara de Oeiras, disse à Lusa fonte prisional.

De acordo com a mesma fonte, por volta das 01:00 desta segunda-feira as viaturas aproximaram-se do estabelecimento prisional a buzinar, tendo o ex-autarca de Oeiras assinalado a sua presença atirando jornais incendiados pela janela da sua cela, acrescentou a fonte.

Isaltino Morais encontra-se detido na Carregueira desde 24 de abril, por fraude fiscal e branqueamento de capitais, para cumprir uma pena de dois anos de prisão. Desde esse dia que Paulo Vistas, até então vice-presidente, assumiu o cargo de presidente da Câmara de Oeiras.

Isaltino Morais assumiu a presidência da Câmara de Oeiras pela primeira vez em 1986 (após ganhar as autárquicas do final de 2005) e foi candidato pelo PSD pela última vez em 2001, quando venceu as eleições com 55% dos votos. Enquanto independente, foi eleito presidente com 34,2% da votação em 2005 (quando já era arguido) e com 41,52% em 2009 (já condenado).

Paulo Vistas foi no domingo eleito presidente da Câmara de Oeiras pelo movimento Isaltino Oeiras Mais À Frente (IOMAF).