O presidente do CDS-PP, Paulo Portas, reúne-se na sexta-feira com o novo grupo parlamentar centrista na Assembleia da República, divulgou esta quinta-feira fonte oficial da bancada.

A reunião de Paulo Portas com os novos parlamentares decorrerá pelas 12:50, depois de pelas 10:00 o parlamento que resultou das eleições legislativas de 4 de outubro se reunir pela primeira vez. À tarde, pelas 15:00, os deputados elegem o novo presidente da Assembleia da República.

O secretário-geral do PS propôs hoje, durante a reunião com o seu novo Grupo Parlamentar, o antigo líder socialista Ferro Rodrigues como candidato a presidente da Assembleia da República, enquanto a Comissão Política Nacional do PSD se reúne hoje à noite, devendo tomar uma decisão sobre uma candidatura ao cargo.

Nesta XIII legislatura que começa na sexta-feira, o CDS-PP terá 18 deputados, enquanto em 2011, quando concorreu em listas separadas do PSD elegeu 24 parlamentares.

A eleição do novo presidente da Assembleia da República está marcada para as 15:00 desta sexta-feira, depois de às 10:00 se realizar a primeira sessão plenária, com a composição do parlamento resultante das legislativas de 4 de outubro, em que a coligação PSD/CDS-PP foi a força mais votada, mas sem maioria absoluta de deputados.

Por cinco vezes, até 1991, houve duas candidaturas ao cargo de presidente da Assembleia da República, mas nos últimos 20 anos tem sido apresentado apenas um candidato, pelo partido mais votado nas legislativas.

Segundo o Regimento, as candidaturas a presidente da Assembleia da República devem ser subscritas por, pelo menos, um décimo dos deputados, que no total são 230, e têm de ser apresentadas até duas horas antes do momento da eleição.

Desde 1976, depois do socialista Henrique de Barros ter presidido à Assembleia Constitucional, a Assembleia da República teve os seguintes presidentes: Vasco da Gama Fernandes (PS), Teófilo Carvalho dos Santos (PS), Leonardo Ribeiro de Almeida (PSD), Francisco Oliveira Dias (CDS), Tito de Morais (PS), Fernando Amaral (PSD), Vítor Crespo (PSD), Barbosa de Melo (PSD), Almeida Santos (PS), Mota Amaral (PSD), Jaime Gama (PS) e Assunção Esteves (PSD).