A ministra da Justiça afirmou esta quinta-feira, a propósito da reunião do Conselho de Justiça e Assuntos Internos da União Europeia sobre combate ao terrorismo, que o Governo português não tem uma «perspetiva securitária».

Em conferência de imprensa, no final do Conselho de Ministros, a ministra da Justiça foi questionada sobre a posição que o executivo PSD/CDS-PP vai assumir nessa reunião que decorre entre hoje e sexta-feira em Riga, Letónia, em particular no que respeita ao acordo de Schengen, sobre a abertura de fronteiras e livre circulação de pessoas.

Na resposta, Paula Teixeira da Cruz não quis desenvolver o tema, afirmando apenas: «A nossa perspetiva não é uma perspetiva securitária. Penso que com isso disse tudo, e por aqui me fico».

A ministra referiu que se fez representar nessa reunião pelo secretário de Estado da Justiça, António Costa Moura, e por um elemento da Polícia Judiciária. O Governo português está também representado pela ministra da Administração Interna, Anabela Rodrigues.